Cristina Reis

“Em que bar será
que você fica rindo
daquele amor
que eu achava lindo?”

—   Cazuza (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(Fuente: racionador, vía s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

“Os meus ciúmes eram intensos, mas curtos. Com pouco derrubaria tudo. Mas, com o mesmo pouco, ou menos, reconstruiria o céu, a terra e as estrelas.”

—   Dom Casmurro.    (via inverbos)

(Fuente: auroriar, vía inverbos)

“Sabe, no fundo eu sou um sentimental. Todos nós herdamos no sangue lusitano uma boa dosagem de lirismo. Mesmo quando as minhas mãos estão ocupadas em torturar, esganar, trucidar, o meu coração fecha os olhos e sinceramente chora.”

—   Chico Buarque.   (via inverbos)

(Fuente: beocio, vía inverbos)

(Fuente: 400vibes, vía convergido)

oxigenio-dapalavra:

Ouça o seu silêncio.

oxigenio-dapalavra:

Ouça o seu silêncio.

(vía oxigenio-dapalavra)

“Entre nós dois a conversa sempre fluía espontânea. Ela falava um pouco, eu prestava atenção, e depois chegava a minha vez. Nosso diálogo era sempre assim, simples, sem esforço nenhum. Parecia que tínhamos segredos em comum. Quando se descobria um que valesse a pena, Cass dava aquela risada — da maneira que só ela sabia dar. Era como a alegria provocada por uma fogueira.”

—   Bukowski.    (via oxigenio-dapalavra)

(Fuente: perfeitasimetria, vía oxigenio-dapalavra)

“A vida é sempre a mesma para todos: rede de ilusões e desenganos. O quadro é único, a moldura é que é diferente.”

—   Florbela Espanca (via oxigenio-dapalavra)

(Fuente: conotos, vía oxigenio-dapalavra)

(Fuente: alvorado, vía ansiei)

(Fuente: traficante-da-paz, vía solofiero)

(Fuente: realismos.com, vía poetaciumenta)